menu

Topo
Blog do Marcio Atalla

Blog do Marcio Atalla

Categorias

Histórico

Viver mais nem sempre é viver melhor

Marcio Atalla

14/02/2019 04h00

No Brasil, a expectativa de vida é 75.8 anos. Em países mais longevos do mundo, como o Japão e a Coreia, ou mesmo países mais desenvolvidos, a expectativa é de mais de 80 anos. Ai, fica a sensação de que o brasileiro vive pouco…

Mas essas estatísticas não segmentam por tipo de morte, e o cálculo da expectativa de vida é feito de forma generalizada, ignorando que em países como o Brasil, o número de mortes causados pela violência, por exemplo, é enorme.

Num estudo mais detalhado, descobriríamos que por morte natural, velhice ou doenças, nossa expectativa de vida se equipara a de outros países, chegando sim, aos 80 anos. Mas a minha reflexão de hoje é sobre como vamos viver até esses 80 anos?

Hoje, as pessoas não morrem pelos mesmos motivos que há anos morriam. Pontes de safena, cateter, marca-passo, transplantes e uma série de outras intervenções médicas podem resolver problemas graves e nos dar uma sobrevida de muitos e muitos anos.

O que me preocupa é o tempo de autonomia comprometida que as pessoas têm no Brasil, quando comparado a outros países. Os brasileiros passam, em média, seus últimos 11 anos de vida com a saúde comprometida, necessitando de ajuda, cuidador, sem quase nenhuma autonomia, com atividades diárias limitadas, altos custos de remédios, médicos e intervenções hospitalares esporádicas. Na Coreia, nos anos 1980, era parecido com nosso país, mas eles conseguiram por meio de vários programas de prevenção fazer com que esse numero caísse para cerca de 3, 4 anos.

Claro que não temos o poder de decidir até quando vamos viver e, muitas vezes, não temos o poder de decidir como vamos viver. Doenças, acidentes, o inesperado pode bater à porta de qualquer pessoa, a qualquer momento. Mas podemos fazer a nossa parte, construindo um velhice com maior dignidade, autonomia e saúde, pensando em nossas escolhas que fazemos hoje, agora.

Por isso, deixo aqui meu recado, mais uma vez. Vamos nos colocar como prioridades em nossas vidas e rotina e nos dar diariamente o tempo que precisamos para nos alimentar bem, com equilíbrio e calma, nos movimentar, sermos fisicamente ativos, melhorar nossa qualidade do sono, tentarmos ter mais lazer e deixar o estrese um pouco de lado nesses momentos. Atitudes como essas garantem nossa longevidade na saúde.

E já que a ideia é envelhecer com saúde, que tal começar de criança? No vídeo de hoje vou conversar com o mestre Balduzi sobre luta para os pequenos. Confere lá!

https://www.youtube.com/edit?o=U&video_id=BxXiocsz0XI

 

Até!!

 

 

 

 

Sobre o autor

Marcio Atalla é professor de educação física, com pós-graduação em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo). Depois de muitos anos como preparador físico de atletas de alto rendimento, passou a desenvolver uma série de iniciativas na mídia para incentivar a população a levar uma vida mais saudável. É autor de três livros, entre eles, “Sua Vida em Movimento” (ed. Paralela), com mais de 50 mil cópias vendidas.

Sobre o blog

Dicas simples e muito eficazes para você ajustar seu estilo de vida aos poucos, começando a se movimentar mais e a fazer melhores escolhas alimentares. Detalhe fundamental: todas baseadas em estudos, sem espaço para mitos e modismos que sempre surgem quando o assunto é saúde e bem-estar.