PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Em tempos de coronavírus, evite dietas: comer bem é importante

Marcio Atalla

19/03/2020 04h00

iStock

Em tempos de coronavírus, é bom evitar fazer dietas de emagrecimento, hipocalóricas, restritivas…  Comer bem é importante. Comer pouco, comer mal, restringir, não é o momento, definitivamente. Precisamos fortalecer o sistema imunológico, e isso pode ser feito com a ajuda de uma boa alimentação, também, rica em nutrientes. Isso não significa que a pessoa está livre de contrair o vírus, mas que estará com as defesas mais fortes para conseguir passar melhor pela doença, caso seja contaminado.

Não significa dizer também que um ou outro alimento vai evitar ou até mesmo impedir que o contágio aconteça. De forma alguma. Se alguém te disser que comer nozes ou beber água com limão amarelo de caroço verde vai evitar que você seja contaminado, por favor: não acredite!

Todos já sabemos que o contágio acontece pelo ar ou por contato com secreções contaminadas, como saliva, espirro, tosse, ou até mesmo com um mero aperto de mão. O contato com objetos ou superfícies contaminados, em que logo após a pessoa leve a mão à boca, ao nariz ou aos olhos também é uma forma de contágio. Melhor manter as mãos nos bolsos enquanto estiver fora de casa, dessa forma evita-se as ações mais impulsivas que temos pelo hábito do dia a dia.

Sabemos também que as pessoas com outras doenças já estabelecidas ou com idades avançadas têm maior chance de chegar ao óbito. E por quê? Porque seus sistemas imunológicos estão fragilizados. E se você, que é uma pessoa saudável, tem menos de 50 anos, achar que é uma boa hora para fazer dieta restritiva, já que não pode ir à academia e ficar de quarentena em casa vai acabar engordando, saiba que esse é o primeiro passo para te levar para um grupo de risco aumentado porque sua imunidade estará baixa e seu sistema de defesa ficará imunodeprimido. O momento é de cuidar da saúde. E de cuidar da saúde dos outros também.

Aproveite esse tempo para comer melhor, mais alimentos in natura, como frutas, legumes… comida de verdade, como arroz, macarrão, feijão, leite, ovos, carne… ou seja, tudo que sua bisavó reconheça como alimento! Não se esqueça da água! Manter-se hidratado é de extrema importância. Lembre seus avós disso, porque os mais idosos têm tendência a esquecer de beber água, porque demoram mais tempo a sentir sede.

Lembre-se que ficar em casa não significa ficar parado e temos várias opções de aulas que você pode fazer em casa. Dá uma olhada.

De resto, é resguardar-se e ajudar nessa corrente para evitar a propagação desse vírus, fazendo cada um a sua parte. Fé e pensamento positivo! Vamos juntos passar por essa e ainda mais fortes!

Sobre o autor

Marcio Atalla é professor de educação física, com pós-graduação em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo). Depois de muitos anos como preparador físico de atletas de alto rendimento, passou a desenvolver uma série de iniciativas na mídia para incentivar a população a levar uma vida mais saudável. É autor de três livros, entre eles, “Sua Vida em Movimento” (ed. Paralela), com mais de 50 mil cópias vendidas.

Sobre o blog

Dicas simples e muito eficazes para você ajustar seu estilo de vida aos poucos, começando a se movimentar mais e a fazer melhores escolhas alimentares. Detalhe fundamental: todas baseadas em estudos, sem espaço para mitos e modismos que sempre surgem quando o assunto é saúde e bem-estar.

Blog do Marcio Atalla