menu

Topo
Blog do Marcio Atalla

Blog do Marcio Atalla

Categorias

Histórico

Sedentarismo provoca mais mal do que você imagina

Marcio Atalla

15/02/2018 04h01

Crédito: iStock

Tempo sedentário e aquele período no qual você passa sentado, deitado, recostado, em que a maior parte de seu corpo está relaxada, sem contração muscular, sem ser requisitada. Apenas o fato de levantar e ficar de pé já é suficiente para iniciar um processo de movimentação e contração muscular, de mudança no batimento cardíaco, de gasto calórico.

Mesmo quem faz atividade física regularmente –digamos 30 minutos todos os dias– e passa o restante do dia na cadeira sofre algum tipo de "perda" na saúde. Existe nome para isso: a síndrome do comportamento sedentário. E os mecanismos que a inatividade física proporciona podem ser explicados em forma de um ciclo. Eu poderia apenas dizer: sedentarismo causa morte prematura. Ou até apresentar números de pesquisas recentes: pessoas que permanecem mais tempo sentadas têm o dobro de risco de terem diabetes, 90% mais probabilidade de morrer por doenças cardíacas e 50% de chance de falecerem por outra causa.

Mas acho que podemos tentar, sendo o mais simplista possível, traduzir uma explicação de reações químicas que acontecem dentro de nosso organismo, na tentativa de não ser tão evasivo.

A inércia reduz a utilização da glicose pelos músculos. Isso aumenta a resistência à insulina, provoca atrofia muscular e redução da utilização de energia pelos músculos. Logo, a energia é realocada para o fígado. Ele aumenta a produção de lipídios, que por sua vez são armazenados na região central do corpo. Tais células adiposas são inflamatórias e inibem a secreção das adiponectinas, hormônio responsável por processos metabólicos como a regulação da glicemia e o catabolismo de ácidos graxos. Esse hormônio tem poder de anular complicações como o diabetes, obesidade, aterosclerose, doenças hepáticas.

A consequência mais imediata é o aumento de peso, que por sua vez reduz o consumo máximo de oxigênio e aumenta o risco de morte. A diminuição da capacidade cardiorrespiratória e todos os processos inflamatórios que acontecem dentro do corpo, que criam ambientes propícios a desenvolver doenças, é o resultado da elevação do tempo exposto a comportamentos sedentários. Ufa!

Ainda querendo ser mais simplista, diria que ficar sentado significa: interromper a atividade elétrica dos músculos da pernas, reduzir o gasto calórico de cinco para uma caloria por minuto, além de baixar em cerca de 90% a quantidade de enzimas que ajudam a quebrar a gordura, em 20% a produção do bom colesterol e em quase 30% a eficácia da insulina, o que faz o risco de diabetes ser imponente.

Por isso, quebre seu tempo sedentário: fique em pé de hora em hora, dando pequenas voltas mesmo dentro do ambiente de trabalho; troque o elevador por escadas; caminhe mais na hora do almoço; estacione o carro alguns quarteirões longe do trabalho ou salte do ônibus um ponto antes. E, claro, não se esqueça de que seus dias de lazer, de folga dos compromissos, podem e devem ser usados para unir diversão e movimento. Nada de ficar largado no sofá o fim de semana inteiro!!

Confira no canal BemStar outras dicas que você pode incorporar ao seu treino!

Até!!

Sobre o autor

Marcio Atalla é professor de educação física, com pós-graduação em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo). Depois de muitos anos como preparador físico de atletas de alto rendimento, passou a desenvolver uma série de iniciativas na mídia para incentivar a população a levar uma vida mais saudável. É autor de três livros, entre eles, “Sua Vida em Movimento” (ed. Paralela), com mais de 50 mil cópias vendidas.

Sobre o blog

Dicas simples e muito eficazes para você ajustar seu estilo de vida aos poucos, começando a se movimentar mais e a fazer melhores escolhas alimentares. Detalhe fundamental: todas baseadas em estudos, sem espaço para mitos e modismos que sempre surgem quando o assunto é saúde e bem-estar.