menu

Topo
Blog do Marcio Atalla

Blog do Marcio Atalla

Categorias

Histórico

Treino, dieta, hábitos: cada escolha uma renúncia e um resultado!

Marcio Atalla

10/05/2018 04h00

Crédito: iStock

A todo momento somos obrigados a fazer escolhas. Pequenas ou grandes, de certa forma, elas afetam nossa vida e vão construindo nossa história. Desde o momento certo para atravessar uma rua perigosa até a escolha de nossas amizades. E, claro, quanto menos erramos nas escolhas, menos problemas temos.

Escolher o que comer parece mais "banal" do que escolher, por exemplo, onde morar ou qual emprego aceitar. Mas, a verdade é que essa escolha também tem sua parcela no resultado final. Optar por ficar deitado no sofá e ver mais uma série ou levantar e fazer uma caminhada também é uma decisão aparentemente pequena, mas que somada, um dia após o outro, resulta no futuro que teremos com relação à qualidade de vida, à autonomia nas idades avançadas, a uma velhice melhor.

Na hora de montar seu prato, naquele bom e velho restaurante por quilo, você pode escolher: grelhado ou frito. A batata e o aipim podem ser cozidos ou fritos. O arroz pode ser a piemontese ou com brócolis. O feijão pode ser com ou sem carnes. A salada pode ter azeite ou "nadar" no molho cremoso. O pão pode ser francês ou ter recheio de salame ou linguiça.

E na hora de escolher entre pegar o elevador ou pegar as escadas? Que dúvida… E entre caminhar quatro quadras ou pegar um táxi, ou, ainda, entre falar ao telefone em pé e não recostado na cadeira. São pequenas decisões que tomamos, mas são o dia todo, o tempo todo.

Certamente, nossos dias estão longe de serem perfeitos, há percalços, contratempos, correria, o que faz com que essas escolhas momentâneas recebam menos da nossa atenção, sejam apenas ligadas a um momento do dia, ao bem-estar imediato. Porém, o acúmulo de boas escolhas sempre vai resultar em uma saúde melhor… Ou pior.

Muitas outras coisas permeiam nossas vidas e não temos poder de escolha, apenas aceitamos. Família, nacionalidade, raça, feição física etc. E dentro desse pacote está a genética também. Pessoas que engordam ou emagrecem com facilidade, desenvolvem essa ou aquela doença, são mais propícias a ter esse ou aquele distúrbio… Essa é a carga genética com a qual nascemos e vamos viver. Mas a boa noticia é que o estilo de vida conta muito mais, sim, que nossa predisposição genética. Por isso suas escolhas são tão importantes. São elas que podem mudar o rumo de uma história com final, aparentemente, previsível.

Alias, essa semana no vídeo do canal BemStar, vai rolar um bate-papo de como os coreanos vivem e as escolhas que fazem para serem saudáveis. A Corei do Sul será, em breve, o país mais longevo do mundo, com menor taxa de sedentarismo e obesidade.

Até!

 

Sobre o autor

Marcio Atalla é professor de educação física, com pós-graduação em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo). Depois de muitos anos como preparador físico de atletas de alto rendimento, passou a desenvolver uma série de iniciativas na mídia para incentivar a população a levar uma vida mais saudável. É autor de três livros, entre eles, “Sua Vida em Movimento” (ed. Paralela), com mais de 50 mil cópias vendidas.

Sobre o blog

Dicas simples e muito eficazes para você ajustar seu estilo de vida aos poucos, começando a se movimentar mais e a fazer melhores escolhas alimentares. Detalhe fundamental: todas baseadas em estudos, sem espaço para mitos e modismos que sempre surgem quando o assunto é saúde e bem-estar.