Topo
Blog do Marcio Atalla

Blog do Marcio Atalla

Categorias

Histórico

Tenha um cão e ganhe de brinde uma vida mais saudável!

Marcio Atalla

04/04/2019 04h04

Crédito: iStock

Recentemente várias pesquisas associaram a presença de um cachorrinho em casa à melhora da qualidade de vida e da saúde. E não apenas porque a presença social e afetiva do bichinho seja importante e ajude na saúde da mente, mas por melhoras físicas mesmo, considerando a necessidade de passear algumas vezes ao dia, que os cachorrinhos têm.

A Universidade de St. Andrews, no Reino Unido avaliou 574 idosos com uma idade média de 79 anos, e mostrou que as pessoas que moravam com um cachorro tinham um corpo equivalente ao de uma pessoa dez anos mais nova! O responsável pela pesquisa, Zhiqiang Feng, disse que além de estimular a pratica de atividades físicas, como as caminhadas, ter um cachorro, ou seja, ter a responsabilidade de cuidar de um outro ser, faz com que o idoso supere eventuais "barreiras" que os faria desistir de sair para caminhar, como mau tempo, falta de incentivo, etc. Além disso, o cuidado com outro ameniza as preocupações com a própria saúde, o que torna mais "leve" a auto-observação.

Segundo outra publicação cientifica também do Reino Unido, o British Journal of Health, ter um cachorrinho melhora a saúde do coração. Esse fato vem sendo demonstrado estatisticamente desde estudos de 1960 que associam os donos de cachorro a pessoas com menores taxas de colesterol, melhor pressão arterial, e consequentemente menores chances de ter um ataque cardíaco. Esse estudo concluiu que donos de cachorros costumam se estressar menos e praticar mais exercícios.

Você já está quase convencido a adotar um cachorrinho ou cachorrão pra ter e casa? Então, saiba que mais pesquisadores, agora das universidades de Miami e de Saint Louis, nos Estados Unidos, aplicaram um questionário em 217 adultos, sobre personalidade, estilo de vida e bem-estar e relataram que os donos de cães têm uma auto estima maior, são mais extrovertidas e apresentam melhores condições físicas.

Mas, essa coluna não tem a intenção de convencer ninguém a ter um cachorro em casa, veja bem! Apesar de eu ser um apaixonado por bichos e ter mais de 10 cachorros em casa, o que divido com vocês aqui é a importância em desenvolvermos mecanismos de afeto, de incentivo à pratica física, de cuidado com o outro, de responsabilidade… o que inevitavelmente acontece tudo junto quando se tem um cão em casa!

Pra finalizar vou citar um último estudo que foi feito pela Universidade de Warwick, na Grã-Bretanha, e analisou em dois momentos o comportamento de pessoas durante o dia. Em um dia, os participantes saíram e realizaram suas tarefas diárias sem a companhia do cachorro. No dia seguinte, saíram acompanhados do animal para realizar as mesmas tarefas. Ficou evidente que o fato de estar com um cachorro aumenta a frequência com que as pessoas interagem com outras, especialmente com indivíduos desconhecidos. Parece uma besteira, né? Uma simples atitude diferente, mas na verdade essa quebra de mau-humor, de rancor, de tensão, provocada por essas interações, por esse clima mais amistoso que o cachorro provoca é muito importante e funciona de forma muito positiva para a nossa saúde, física e mental.

No vídeo de hoje do canal BemStar, o assunto é remédio para emagrecer!! Confere lá!

Até!!

Sobre o autor

Marcio Atalla é professor de educação física, com pós-graduação em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo). Depois de muitos anos como preparador físico de atletas de alto rendimento, passou a desenvolver uma série de iniciativas na mídia para incentivar a população a levar uma vida mais saudável. É autor de três livros, entre eles, “Sua Vida em Movimento” (ed. Paralela), com mais de 50 mil cópias vendidas.

Sobre o blog

Dicas simples e muito eficazes para você ajustar seu estilo de vida aos poucos, começando a se movimentar mais e a fazer melhores escolhas alimentares. Detalhe fundamental: todas baseadas em estudos, sem espaço para mitos e modismos que sempre surgem quando o assunto é saúde e bem-estar.