PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Por que a atividade física é excelente no controle e prevenção do diabetes

Marcio Atalla

26/09/2019 04h00

Crédito: iStock

O assunto de hoje é sério e silencioso: diabetes. No Brasil há quase 20 milhões de pessoas que tem essa doença diagnosticada. Muitas pessoas ainda nem sabem que tem ou estão desenvolvendo o diabetes nesse momento e não fazem a menor ideia. Uma doença que mutila, provoca cegueira, mata… se não tiver o tratamento adequado.

O que mais se ouve dizer por ai é que "não podemos exagerar no doce para não ficarmos diabéticos". Fica a sensação de que se você comer pouco ou nenhum chocolate, você não terá diabetes… ou bolo, pavê, pão doce, qualquer outra coisa açucarada.

Eu preciso dizer para vocês que não é bem assim… É importante que as pessoas saibam como prevenir ou evitar que essa doença se instale… quando for possível.

O diabetes pode acontecer basicamente por 2 motivos, o que os divide em 2 grupos: diabetes tipo 1 e tipo 2. No primeiro caso, trata-se de uma resposta autoimune que resulta em pouca ou nenhuma produção de insulina, logo a glicose fica circulando no sangue em vez de ser metabolizada e usada como fonte de energia. Esse é o caso que não se pode evitar e que deve ser tratada com insulina, invariavelmente. Mas, claro que sempre há como melhorar a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas que tem esse tipo de diabetes com estilo de vida saudável.

O tipo 2 abrange 90% dos diabéticos e é desenvolvida ao longo dos anos, basicamente, uma resposta quanto ao estilo de vida. E aí que entra a história do comer doce. Acreditava-se que o pâncreas ficava "cansado" de tanto produzir insulina para os comedores de açúcar, e acabava pedindo "demissão" do cargo, e por isso eles se tornavam diabéticos. Hoje se sabe bem mais que isso.

Ponto 1: a insulina é resistente à gordura, logo quanto mais gordura você tem, mais insulina você produz. Em uma pessoa com menor percentual de gordura e mais massa muscular, a ação da insulina é mais eficiente.

Ponto 2: os receptores sensíveis a insulina ficam mais sensíveis ainda com o estímulo do movimento, o que significa que a captação de glicose será maior com a mesma quantidade de insulina produzida.

Ponto 3: a cereja do bolo! Dentro da célula, em seu núcleo, há um transportador chamado GLUT 4, que não é sensível à insulina, mas ao movimento físico, e toda vez que você faz atividade física, você aumenta a quantidade desse GLUT 4 na membrana, captando glicose, sem precisar da insulina para isso!

Logo, mais uma vez, aquela boa e atividade física regular pode ser a melhor forma de prevenir mais uma doença terrível, o diabetes. Claro (antes que me xinguem), a alimentação tem um papel importantíssimo nessa história. Mas, não é o açúcar do açucareiro, é a glicose que está em todos os alimentos que contem carboidrato. Até mesmo o consumo exagerado de suco de fruta pode provocar aumento da glicose no sangue.

É muito mais fácil tornar nosso corpo eficiente em resolver o problema do açúcar no sangue, estimulado pelo movimento físico, do que saber exatamente a resposta insulínica para cada coisa que comemos, não?

Evitar o acumulo de gordura e o sobrepeso, e fugir do sedentarismo são atitudes que funcionam, que deixam a maquina eficiente, pronta pro combate!

Até!!

 

Sobre o autor

Marcio Atalla é professor de educação física, com pós-graduação em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo). Depois de muitos anos como preparador físico de atletas de alto rendimento, passou a desenvolver uma série de iniciativas na mídia para incentivar a população a levar uma vida mais saudável. É autor de três livros, entre eles, “Sua Vida em Movimento” (ed. Paralela), com mais de 50 mil cópias vendidas.

Sobre o blog

Dicas simples e muito eficazes para você ajustar seu estilo de vida aos poucos, começando a se movimentar mais e a fazer melhores escolhas alimentares. Detalhe fundamental: todas baseadas em estudos, sem espaço para mitos e modismos que sempre surgem quando o assunto é saúde e bem-estar.

Blog do Marcio Atalla