PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Dormir pouco pode engordar!

Marcio Atalla

05/12/2019 13h36

Crédito: iStock

É verdade! Dormir bem é super importante. Dormir uma quantidade de horas mínima é fundamental. Durante o sono é que acontecem varias secreções de hormônios em nosso corpo e é por isso que pode "ajudar" a engordar, sim. Uma pessoa que dorme mal, no dia seguinte é capaz de consumir 500 calorias a mais do que consumiria normalmente. Isso se explica pelo fato de que o hormônio da saciedade (leptina) fica com baixa produção e o da fome (grelina) em alta. Além disso, o cortisol fica aumentado e esse hormônio também ajuda no aumento da gordura corporal, uma vez que lança uma energia extra, em forma de glicose, no sangue.

Não sou eu que estou falando… Um estudo feito pelo Instituto de Neurociência e pelo Departamento de Psicologia, ambos da Universidade de Berkeley, comprovou a voracidade por alimentos após noites mal dormidas. E o pior é que a escolha dos alimentos também tender a ser os mais calóricos nesses momentos.

Dormir mal atrapalha muitos outros fatores de nossas vidas também. Nosso humor fica afetado, nossa função cognitiva fica prejudicada. No dia seguinte, para trabalhar é bem mais custoso, o foco, a concentração, o raciocínio ficam prejudicados. O cansaço mental não é pior que o físico, e ficamos a mercê da imunidade baixa, propícios a pegar infecções. Mas, vamos driblando o sono até que chegue a hora de dormir novamente. Quem sabe dessa vez recuperar e arrumar o sono, pra não entrar nesse ciclo perigoso.

E o que podemos fazer para melhorar o sono da noite seguinte? Uma das dicas é não ficar com luzes ligadas, de celular, telefones, computadores, até antes de pegar no sono, porque isso confunde a secreção do hormônio melatonina, nosso sonífero natural. Ele acompanha o ritmo do sol, e quando escurece nosso cérebro libera mais desse hormônio para já entrarmos em sonolência.

Fazer atividade física de alta intensidade ou abusar do álcool também são coisas que deixam nosso sono agitado e seu efeito reparador fica perto de zero. Muitas pessoas acham que é perda de tempo passar 1/3 da vida dormindo (adultos devem dormir entre 7 e 9 horas por noite), mas dormir mal envelhece. A melatonina (ali de cima) também é um importante antioxidante e atrasa o envelhecimento dos tecidos do corpo.

Então, vamos às dicas rápidas e fácies de serem incorporados para melhorar a qualidade do seu sono:

  • Desligue os aparelhos, perto da hora de dormir, e mantenha o quarto calmo e escuro
  • Não faça refeições pesadas e não abuse do álcool
  • Alimentos ricos em triptofano, como leite e banana são calmantes naturais
  • Escolha um bom colchão, é fundamental acordar sem dores, sem desconfortos
  • Não faça atividade física de alta intensidade perto da hora de dormir (no máximo até 4 horas antes)
  • Tente manter os horários de dormir e acordar muito parecido todos os dias
  • Faça atividade física regular

Eu adoro terminar meu dia, tomar um banho relaxante e deitar na cama. Pra mim o sono é um prêmio pelo dia que tive. Às vezes cansativo e estressante, às vezes corrido e produtivo, dias felizes, dias difíceis, mas o sono é exatamente o momento que a gente quebra todas as emoções que tivemos e nos renovamos pro dia seguinte. Aproveite essa renovação.

Até!

Sobre o autor

Marcio Atalla é professor de educação física, com pós-graduação em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo). Depois de muitos anos como preparador físico de atletas de alto rendimento, passou a desenvolver uma série de iniciativas na mídia para incentivar a população a levar uma vida mais saudável. É autor de três livros, entre eles, “Sua Vida em Movimento” (ed. Paralela), com mais de 50 mil cópias vendidas.

Sobre o blog

Dicas simples e muito eficazes para você ajustar seu estilo de vida aos poucos, começando a se movimentar mais e a fazer melhores escolhas alimentares. Detalhe fundamental: todas baseadas em estudos, sem espaço para mitos e modismos que sempre surgem quando o assunto é saúde e bem-estar.

Blog do Marcio Atalla